Qual é a velocidade certa no desenvolvimento infantil?

//Qual é a velocidade certa no desenvolvimento infantil?

De um lado temos os especialistas em desenvolvimento infantil e do outro lado os Pais. Quem tem razão sobre a velocidade de desenvolvimento infantil?

 

A visão dos especialistas

 

À primeira vista, são muitos os livros disponíveis que falam do desenvolvimento infantil.
Neles, os seus autores desenvolvem esta temática de uma forma geral e muito baseada em médias. Ou seja:
– o que é que em média uma criança de 5 anos deve fazer?
– qual a altura de uma criança de 3 anos?
– a que estímulos um bebé de 1 ano deve responder?
Com a finalidade de conseguir transmitir a maior quantidade de informação, nos seus livros temos uma lista incrível de números relacionados com o desenvolvimento de uma criança. Estamos a falar de peso, altura, perímetros, percentis, entre outros.
Todos eles foram baseados em muitos anos de estudo e observação de milhares de crianças que levaram a estas conclusões, partilhadas na forma de um livro.

A experiência direta dos Pais

Enquanto Mãe ou Pai, estará muito sensível aos principais marcos desenvolvimentistas do seu filho.
São capacidades que poderão servir como “guia do desenvolvimento”: o primeiro dente, a primeira vez que agarra um objecto, a primeira vez que se senta, quando começa a gatinhar ou a andar.
Provavelmente também estará atento aos primeiros sinais de comunicação: ansioso por perceber que o bebé compreende o que lhe diz e muito expectante por ouvir as primeiras palavras.
Contudo e por muitos livros que leia antes da experimentar a maternidade ou parentalidade, é importante não esquecer que em todas as áreas do desenvolvimento, cada criança tem o seu ritmo de crescimento e desenvolvimento.
Os intervalos de tempo que frequentemente encontramos na literatura devem ser encarados como meramente informativos daquilo que pode ser esperado.
Uma das conclusões a que os Pais chegam rapidamente à conclusão é que a sua criança é diferente de todas as outras.
E o que nós gostaríamos de reforçar é que cada criança fará a sua caminhada.
Nuns momentos mais acelerado… Noutras fases mais devagarinho.
Esteja sempre ao lado do seu filho neste percurso. Ele irá apreciar a sua companhia.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.