Ritmo e Intensidade – Dançar com a Chicco

Junte-se a nossa lista

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

ritmo intensidade dançar chicco flashy xilofone musical gymboree
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Ritmo e Intensidade – Dançar com a Chicco

 

Olá, bem-vindos ao segundo dia do desafio 5 dias a dançar.

E hoje continuamos com o alfabeto de movimentos, com a segunda letra que é o I.

E que vamos fazer, intensidade, pode fazer estes desafios com o seu bebé se mais pequenino no colo, numa cadeira, num carrinho, ou então com a sua criança mais crescida, mais independente que quer fazer todos estes desafios sozinho e que se calhar até liderar.  O primeiro vídeo foi com a letra R e fizemos a repetição de movimentos e tínhamos outro brinquedo.

Hoje com a letra I, vamos fazer intensidade de movimentos. E vamos explorar o nosso Flashy o xilofone musical, outro brinquedo Chicco.

Antes de começarmos a explorar o nosso xilofone, vamos falar um bocadinho o que é a intensidade de movimento na dança.

Quando nós falamos da intensidade do movimento, estamos a falar da qualidade do movimento, se o nosso movimento mais brusco ou como nós chamamos mais staccato, mais duro, mais rápido ou então se o nível fluido e percorre mais espaço.

E por isso mesmo hoje vamos lançar, depois no fim, um desafio para fazer em casa com os vossos bebés ou com as vossas crianças em relação à intensidade de movimento. Mas antes vamos explorar intensidade do movimento com o nosso xilofone.

Cada nota tem uma intensidade, que é por isso que nós escolhemos o xilofone para fazer este desafio da intensidade.

Podemos tocar simplesmente…

 

Mas não só, este xilofone tem duas hipóteses, com este xilofone para além de trabalhar a intensidade do movimento e da coordenação olho-mão da sua criança ao tentar acertar em cada técnica da cor. Também tem a oportunidade de tocar uma música com a ajuda, porque o nosso xilofone, tem aqui umas cores para a sua criança aprender uma música especial, que seja mais conhecida por o nosso xilofone também tem incorporado, vamos ligar então e depois se clicar neste botão, vai aparecer as cores e podemos, tentar acompanhar.

É muito divertido também para fazer em família para ver se é o adulto ou se é a criança que consegue tocar melhor e mais acertadamente que esta música.

Com este brinquedo, podemos trabalhar todos os estímulos, o estímulo auditivo, estímulo cognitivo, estímulo visual, o estímulo motor, o estímulo afetivo.

E por fim, intensidade.

Vamos trabalhar primeiro a nossa escuta ativa e perceber qual é a nota que tem mais intensidade.

E podemos fazer o movimento “tan tan tan tan taaan”.

E daí fazemos os nossos movimentos staccato, por exemplo a tocar as nossas notas todas do xilofone “tan tan tan tan taaan”.

Ao movimento rápido, intenso. Ou então, tocamos uma nota e o nosso braço, ou a nossa perna faz, só a nota. Por exemplo o adulto pode tocar e a criança faz o movimento

 

Pode trabalhar a amplitude.

E lá está o tempo do movimento, se apanhar uma nota contínua e o vosso movimento vai continuar a intensidade do movimento vai ser menor, porque o nosso movimento é mais fluido e daí também percebemos quais são os sentimentos que a criança transmite no corpo.

Se ela fizer movimentos mais staccato é porque está mais tensa, se ela conseguir mover todo o corpo é porque está mais receptiva a este exercício e consegue estar mais fluída mais descontraída.

Por fim, lanço-vos o desafio de aí em casa com o bebé ou com a criança, com um lenço que tenham, fazerem a intensidade do movimento e perceberem como é que o lenço corresponde à intensidade.

Por exemplo se eu fizer assim, o nosso movimento é mais intenso, é mais staccato, é mais rápido ou ainda se o meu lenço percorre todo o espaço e também espaços do corpo, se o lenço da criança entrelaça com o lenço do adulto ou não, se vai pelo chão, se vai só pelo ar, também explorar os diferentes níveis e perceber como é que a criança reage a este exercício.

Consegue explorar o espaço todo ou apenas no sítio. Mas isso não quer dizer nada, nós podemos estar a explorar apenas o sítio e fazer movimentos fluidos, mas eu estou confortável fazer apenas movimentos fluidos no meu sítio.

E aí o adulto pode desafiar.

Então mas porque é que não percorremos mais? Mesmo que seja rápido, o nosso movimento mais intenso e perceber realmente o que é que a criança está a sentir com este desafio.

Se o bebé for mais pequenino, mesmo muito pequenino, colocando-o ao colo pode brincar ao “cú cú”, e passar devagar, lentamente o nosso lenço, o nosso movimento fluido, ou então se ele for mais crescido e quer ser ele a agarrar mesmo com a ajuda do adulto e abana o lenço rápido, não é?

E podemos trabalhar este intensidade de movimento de diversas formas.

E é este o desafio que vos lanço hoje.

Trabalhe em casa, explore a qualidade, a intensidade do vosso movimento e da vossa criança e do vosso bebé.

Boas brincadeiras e boas danças!

 

Oferta

Biblioteca de vídeos

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Artigos Relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva para receber as dicas do Gymbo!

Mantenha-se atualizado com nossas Dicas para o Desenvolvimento do seu Filho, Eventos Especiais e Descontos Exclusivos para Assinantes.

Aula Grátis - Gymboree Portugal
Scroll to Top