Regresso às aulas feliz [3 princípios base]

Junte-se a nossa lista

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O regresso às aulas e ao trabalho

O regresso às aulas acarreta mudanças e novas adaptações, tanto para pais como para filhos.

Ainda assim, a transição das férias para o início das aulas e o regresso ao trabalho podem ser vividos com mais tranquilidade e otimismo.

O segredo é facilitar o regresso à rotina de forma progressiva e tranquila para que o corpo e a mente se habituem ao novo ritmo.

3 Princípios para um regresso feliz

Apoie-se nestes 3 princípios para todos se sentirem mais confiantes e felizes, com menos stress, nesta nova etapa:

1. Planeie e Organize

Regresso às aulas feliz [3 princípios base] 1

– planear refeições da semana

  • ter um menu semanal afixado na cozinha;
  • cozinhar ao fim-de-semana e congelar os jantares para ter mais tempo ao fim do dia para as crianças;
  • deixar as lancheiras preparadas na véspera.

– organizar tarefas e roupas

  • ter um quadro de tarefas para cada um, afixado num local visível: por exemplo, acordar/ ir à casa de banho/vestir/tomar pequeno almoço/lavar boca e dentes/vestir casaco/ mochila às costas e sair. Para os mais pequenos usar imagens que ajudem a criança a visualizar a sequência de tarefas, e sugerir que façam um “certo” a cada tarefa completada. Sugestão de imagens aqui;
  • ter as roupas escolhidas de véspera e em local acessível para as crianças que já se vestem sozinhas. Pode até já estar escolhida a roupa para a semana em organizadores de roupa (5 cuecas/ 5 meias/ 5 t-shirts/ 5 calções).

 

2. Entre no ritmo aos poucos

Regresso às aulas feliz [3 princípios base] 2

– uma semana antes do regresso à rotina tentar implementar os novos horários de deitar e acordar, tanto para os adultos como para as crianças.

– para as crianças em idade escolar pode fazer fichas de exercícios por +- 15 minutos diários. Reforçar a ideia de que se estão a preparar aos poucos para as aulas e que assim o recomeço será mais fácil. Ajudar a criança e acompanhá-la nessa tarefa, para que se sinta mais motivada e para encarar o regresso às aulas com entusiasmo.

– concretizar últimos desejos de férias antes do regresso às aulas, por exemplo, ir comer o gelado preferido ou ficar na praia até ver o pôr do sol, entre tantos outros…

– fazer uma lista de desejos para concretizar nos próximos meses, mantendo presente no horizonte a vontade de fazer coisas novas e diferentes, prolongando assim no tempo a leveza e sabor das férias.

 

3. Crie Confiança

Regresso às aulas feliz [3 princípios base] 3

– visitar, se possível, a escola nova com a criança e conhecer a professora.

– envolver a criança na escolha da mochila e material escolar, incentivando escolhas conscientes, como aproveitar material do ano anterior;

– arrumar todo o material necessário com a criança, pedindo a sua ajuda para tarefas simples que  consiga fazer sozinha. Por exemplo, pintar o saco de pano onde leva os lençóis e muda de roupa ou pedir-lhe que coloque as etiquetas na roupa e no material escolar.

– falar positivamente sobre a entrada na escola.

– ler um livro que fale sobre a entrada na escola nova. Para a creche e jardim de infância sugerimos estes:

“Camila e o regresso às aulas” Edições Asa; “Dicionário por imagens dos pequeninos – O Jardim de Infância” e “Dicionário por imagens dos pequeninos – O dia-a-dia dos pequeninos”. Groupe Fleurus.

– controlar as emoções: não demonstrar ambivalência mas sim segurança nas suas atitudes. Pode desabafar com uma amiga ou outra mãe as suas inseguranças e fragilidades, mas tente não passar isso para o seu filho.

– ser consistente nas palavras e ações.  Podem combinar dar beijinhos e abraços de despedida antes de entrar na escola. Na chegada à escola vão dizer “bom dia” à educadora, dar beijinho e até logo! Uma despedida curta é o mais benéfico para a adaptação da criança. Dia após dia, mantendo essa mesma estratégia, a adaptação evolui positivamente. Veja mais dicas para uma boa adaptação aqui.

Sabemos o quanto pode custar à criança a entrada numa escola nova, ainda mais com as regras impostas pela pandemia, nomeadamente a impossibilidade de os pais acompanharem a criança até à sua sala.

Ainda assim também acreditamos que a escola que escolheu saberá acolher e cuidar do seu filho da melhor forma. É fundamental que os pais confiem e transmitam essa confiança aos seus filhos.

Acredite que os braços e o colo da educadora são um prolongamento dos seus.

Bons recomeços para todos!

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Artigos Relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva para receber as dicas do Gymbo!

Mantenha-se atualizado com nossas Dicas para o Desenvolvimento do seu Filho, Eventos Especiais e Descontos Exclusivos para Assinantes.

Scroll to Top