Pegadas das crianças!

Junte-se a nossa lista

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

 

crianças

Pegadas de crianças e atividades divertidas para mais uma semana em casa.

Piscina de peluches (0 aos 6 meses)

Uma brincadeira divertida para bebés com 6 meses é a piscina de peluches e bonecos, ajudando-os através da exploração sensorial. Iremos precisar de uma piscina pequena de plástico (caso não tenha pode,por exemplo, fazer um círculo de almofadas, seja criativo!) e encha-a com peluches e bonecos fofinhos que tenha por casa. É importante que o pêlo seja de diferentes tamanhos, cores e texturas para o bebé perceber a diversidade que existe.

Finalmente, sente o bebé na piscina e veja como ele gosta e observa tudo o que o rodeia.

 

Vamos fazer música? (6 aos 10 meses)

Faça música com o seu bebé. Pegue em tupperwares, latas vazias e outros objetos que se lembrar e vire-os ao contrário. Dê uma colher de pau ao seu bebé e fique com uma para si. Comece por bater com a colher de pau nos objetos que escolheu e coloque o seu bebé sentado à frente deles. Vai ver que o seu bebé vai querer imitá-lo e vai adorar a nova brincadeira.Para dificultar, comece a criar ritmos específicos e incentive a criança a imitar. Por outro lado, pode fazer o oposto, ou seja, imitar os ritmos que o bebé cria de forma não intencional.

Prepare-se, terá um novo baterista em sua casa.

 

Alcançar os brinquedos (10 aos 16 meses)

Com fita-cola, prenda alguns brinquedos (peluches, peças de legos, bonecos, entre outros) numa parede, de preferência lisa. Caso a criança já gatinhe, coloque de maneira a que ele alcance os objetos sentado, caso já esteja a dar os primeiros passos, coloque os brinquedos ou objetos mais acima para que este alongue para tentar alcançá-los. Depois de colar, coloque a criança em frente à parede para que esta, ao tentar alcançar os brinquedos, ganhe estímulo para se levantar/gatinhar/andar. Se quiser dificultar um pouco, coloque a criança um pouco mais longe da parede para que esta se desloque sozinha até lá.

Esta atividade é ótima para a encorajar a gatinhar/andar e assim desenvolver a força nos braços e pernas.

 

Jogar às escondidas (16 aos 22 meses)

Todos sabemos como jogar este jogo certo? contamos até 10, não mais para não deixar as nossas crianças ansiosas. Este jogo ajudará a criança a desenvolver as suas capacidades de coordenação motora ao mesmo tempo que procura resolver o problema: encontrá-lo a si e arranjar um esconderijo. Vá alternando entre ser quem procura e quem se esconde. Podemos ainda ter algumas alternativas a este jogo das escondidas tradicional. Em vez de nos escondermos podemos esconder objetos. Atenção não esconda muitos objetos e mostre sempre os objetos a esconder à criança antes, para esta saber o que procurar. Nesta vertente pode também ir alternando entre quem esconde e quem procura.

Divirta-se!

 

Íman Mágico (22 aos 28 meses)

Muitas crianças admiram com fascínio os ímanes que por vezes existem colocados nos frigoríficos. Poderá tornar os ímans ainda mais interessantes realizando diferentes jogos que envolverão a visão e a memória da criança, bem como os seus dedinhos curiosos. Reúna diferentes ímans coloridos e coloque-os na porta do frigorífico. Use ímans com imagens de objectos que a criança gosta, como animais, flores, comida e carros. Peça à criança para escolher um dos ímans da porta e que em seguida o volte a colocar no mesmo local. Fale com a criança sobre as cores, os tamanhos e as personagens que observa. Para crianças mais velhas, e para a apelar à memória visual, experimente remover um dos ímans e pergunte à criança qual está em falta. Poderá criar os seus próprios modelos, colando fotografias da família, a pequenos ímans. Começam aqui as primeiras noções de Física.

Agarrar e manipular ímanes ajuda a criança a desenvolver a motricidade dos pequenos músculos das suas mãos. Esta competência será futuramente necessária para a criança desenhar, completar puzzles, apertar botões e escrever. Nesta atividade estimulamos a coordenação motora, a contagem, a memória visual, a linguagem e a discriminação visual.

 

Pegadas divertidas (28 aos 36 meses)

Seguir um caminho de qualquer espécie requer equilíbrio e coordenação. Ofereça agora uma nova perspectiva dos pés à criança, assim como um grande desafio para as suas competências motoras, ensinando-lhe a seguir as suas próprias pegadas. Desenhe o contorno das solas dos sapatos da criança, usando diferentes cores, em folhas de papel. Coloque-as no chão e lance o desafio “Agora uma pegada vermelha, a azul, a que está ao lado da verde…”.

Desde o nascimento, os bebés são fascinados pelos seus próprios pés, quer seja pelo que sentem com eles, ou pelo aspeto dos seus sapatos. Assim com uma divertida atividade, trabalhamos a coordenação, o auto-controlo, o equilíbrio, o reconhecimento visual e o vocabulário.

 

Mímica (3 aos 5 anos)

Este é o jogo que pode incluir todos lá de casa! Pense num tema que seja de conhecimento comum a todos os jogadores. Por exemplo os animais. A criança/adulto, em pé de frente para os outros participantes, pensa num animal para representar. Os restantes participantes adivinham que animal será. Quando adivinharem podem todos imitar o animal em conjunto. Atenção não vale fazer sons!!!!

Trata-se de uma atividade que ajuda a criança a trabalhar a sua autoestima, tornar-se mais desinibida, mais criativa e expressiva.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Artigos Relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva para receber as dicas do Gymbo!

Mantenha-se atualizado com nossas Dicas para o Desenvolvimento do seu Filho, Eventos Especiais e Descontos Exclusivos para Assinantes.

Aula Grátis - Gymboree Portugal
Scroll to Top