O que diz a ciência sobre as brincadeiras das crianças?

Junte-se a nossa lista

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Gymboree Portugal
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
A história de capa da edição de 17 de Fevereiro da New York Times Magazine refere-se ao brincar. No artigo podemos ler que a brincadeira é central para o crescimento neurológico saudável, conduzindo a um pensamento mais criativo em crianças pequenas. Não poderíamos estar mais de acordo. É também por isso que, no Gymboree, quer as aulas, quer os materiais usados nas mesmas (e alguns dos quais podem ser adquiridos por pais e educadores nas nossas lojas) são uma tradução prática e palpável das conclusões das investigações e estudos sobre o cérebro humano. Brincar ajuda a promover o desenvolvimento de cérebros complexos, competentes, responsivos, socialmente adaptáveis e cognitivamente flexíveis.
Qual a brincadeira eleita para hoje?
I.M.
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Artigos Relacionados

avatar
2000
newest oldest
Anónimo
Visitante
Anónimo

Post muito interessante, como aliás a maioria dos posts que leio neste blog.As brincadeiras das crianças desenvolvem a sua imaginação e promovem as relações interpessoais desde a mais tenra idade.Numa sociedade em que a brincadeira sofre a concorrência dos jogos electrônicos povoados de personagens medonhas e de violência gratuita, é com muito agrado que constato que ainda há quem APOSTE na “brincadeira” e no “faz de conta” PARABÉNS AO GYMBO!

Subscreva para receber as dicas do Gymbo!

Mantenha-se atualizado com nossas Dicas para o Desenvolvimento do seu Filho, Eventos Especiais e Descontos Exclusivos para Assinantes.

Aula Grátis - Gymboree Portugal
Scroll to Top