«Coping»: como ajudar as crianças a lidarem com os sentimentos

Junte-se a nossa lista

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

coping crianças 3 5 anos abraço
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

As crianças não têm as ferramentas necessárias para lidarem com os próprios sentimentos e frustrações. Mas, nos primeiros anos de vida, o papel dos pais e e educadores é fundamental para fornecer estratégias e mecanismos para construir uma fortaleza em que os sentimentos são aliados e não inimigos.

O coping – que se pode resumir como uma estratégia de regulação das emoções – serve exatamente para isso.

A criança a partir dos 3 anos é capaz de compreender o ‘porquê’ das coisas e consegue fazer relações lógicas entre as ideias. Já demonstra grande autonomia, tal como fazer a sua higiene, vestir-se e comer sozinha. A sua curiosidade motiva-a a explorar para aprender mais sobre o funcionamento do mundo, agora duma forma mais complexa.

Veja também: 7 razões cientificamente provadas para abraçar o seu filho

Entre os 3 e os 5 anos de idade, as crianças exploram avidamente o mundo que os rodeia, gostando de participar em atividades estimulantes e originais, de explorar novas atividades e de demonstrar novas capacidades.

Nesta fase, desenvolvem-se importantes competências, fundamentais para o seu crescimento. As suas competências motoras, bem como intelectuais, sociais, emocionais e linguísticas continuam em desenvolvimento.

As novas competências cognitivas para agrupar e categorizar ajudam a criança a compreender as semelhanças e as diferenças entre as pessoas, aprendendo a respeitar e a estar com os outros. A melhor forma de promover o desenvolvimento saudável de uma criança desta idade é incentivá-la a explorar. Assim o pensamento crítico sobre os objectos, as pessoas e a forma como o mundo funciona estará a ser estimulado.

Aprenda ferramentas de coping:

– Faça uns cartões com imagens felizes, tristes e zangadas.
– Dê ao seu filho lápis, marcadores ou tintas e peça-lhe para desenhar uma imagem feliz. Não necessita de ser nada em particular, apenas uma que signifique felicidade para ele.
– De seguida, peça-lhe para desenhar uma imagem triste e zangada. Enquanto ele desenha, converse com ele sobre o que ele fez para se sentir melhor naquela situação e o que ele fez para se sentir feliz.
Competências em destaque nesta atividade:
  • Capacidade para estabelecer relações
  • Inteligência emocional
  • Socialização

Siga-nos no Facebook e no Instagram

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Artigos Relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva para receber as dicas do Gymbo!

Mantenha-se atualizado com nossas Dicas para o Desenvolvimento do seu Filho, Eventos Especiais e Descontos Exclusivos para Assinantes.

Aula Grátis - Gymboree Portugal
Scroll to Top