Boas ferramentas para a escola

Junte-se a nossa lista

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Gymboree Portugal
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Em 1992, a ZERO TO THREE identificou sete competências sócio-emocionais mais críticas e importantes para as crianças que se preparam para entrar na escola. Essas características, abaixo referidas, reforçam as crianças com um conhecimento mais necessário que apenas os números ou as letras, porque facultam à criança o conhecimento de “como aprender”. Já lá vão 16 anos e este conhecimento não perdeu valor e ainda é uma importante ajuda nos dias de hoje.
1. Confiança – Sensação de controlo e domínio do seu corpo, do comportamento e do mundo. As crianças sentem-se bem por serem bem sucedidas nos seus empreendimentos e esperam que os adultos sejam ajudantes prestáveis.
2. Curiosidade – é a sensação de estar atento a conhecer mais as coisas, que é positivo e encaminha ao prazer.
3. Intencionalidade – é o desejo e a habilidade para se ter impacto e a determinação para agir nesse desejo com persistência; uma motivação ou emoção é expressa e transmitida exteriormente por uma acção ou pela comunicação. Esta habilidade está relacionada com o sentir-se competente e eficaz. Para crianças com necessidades especiais, a expressão que é transmitida para o exterior poderá variar daquilo que se espera tipicamente das crianças em desenvolvimento.
4. Auto-controlo – é a capacidade de se modular e controlar as próprias acções de formas apropriadas para a idade; uma sensação de controlo interior.
5. Relacionamento – é a capacidade de se relacionar e ligar a outros baseada na sensação de compreender e ser compreendido pelos outros.
6. Capacidade para comunicar – é o desejo e a capacidade de trocar ideias, sentimentos e conceitos com outros, tanto verbalmente como de outros modos. Esta habilidade está relacionada com o sentimento de confiar nos outros e o prazer de se ligar a outros, incluindo adultos.
7. Cooperação – é a capacidade de comparar e equilibrar as suas próprias necessidades com as dos outros, numa actividade de grupo.
As habilidades sócio-emocionais influenciam o modo como as crianças compreendem o mundo, como desenvolvem a percepção de si mesmas e como vêm a conhecer os relacionamentos, como satisfatórios e realizáveis. O modo de aproximação das crianças face a novas pessoas, locais e desafios é, em grande parte, definido pela sua competência sócio-emocional. Estas habilidades fortificam o caminho para o sucesso escolar. E por isso torna-se urgente e necessário prepará-las emocionalmente para a entrada na escola, sendo uma aprendizagem cujo desenvolvimento conseguimos estimular desde os primeiros meses. Os bebés aprendem através da brincadeira que, por ser interessante, lhes dá prazer e facilita a concentração. Estão a aprender a brincar. Encorajando o desenvolvimento do seu filho e ajudando-o a compreendê-lo melhor estamos a criar a base emocional sólida adequada a um crescimento saudável.

F.M.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Artigos Relacionados

avatar
2000

Subscreva para receber as dicas do Gymbo!

Mantenha-se atualizado com nossas Dicas para o Desenvolvimento do seu Filho, Eventos Especiais e Descontos Exclusivos para Assinantes.

Aula Grátis - Gymboree Portugal
Scroll to Top