Criatividade: ensine os seus filhos a pensar ‘fora da caixa’!

Junte-se a nossa lista

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

criatividade
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Todos nascemos criativos, com capacidade para criar estratégias imaginativas, desenvolver conceitos artísticos, fazer tarefas de forma espontânea. No entanto, com o crescimento, acabamos por conter a nossa criatividade.

Leia mais: As coisas mais estranhas que os miúdos dizem!

Há formas de, em cada idade, e desde o berço, estimular a criatividade nas crianças. Tal como explicar a especialista em parentalidade Judy Arnall no livro Unschooling to University, «a criatividade ajuda as crianças a resolver problemas, dá-lhes uma forma de se expressarem artisticamente e torna a vida mais divertida».

Aprenda como é que, em cada idade, pode ajudar a desenvolver a criatividade da sua criança!

Dos 0 aos 5 anos

Nestas idades, as crianças adoram brincar com tudo. Têm tendência a reconfigurar e combinar os brinquedos para brincarem da forma que lhes apetece e não daquela que está inicialmente designada. Os pais e educadores devem dar total liberdade às crianças para fazerem isso… e deixar a arrumação e organização dos brinquedos para segundo plano.

  • use materiais sem estrutura e cuja finalidade esteja totalmente em aberto. Uma folha de papel em branco e marcadores, mais do que um livro de colorir, estimula a criatividade porque não impõe numa ideia pré-concebida ou finalidade. Um balde com peças de Lego, ao invés de um brinquedo para montar com uma estrutura pré-determinada, também estimula mais a imaginação da criança.

Dos 6 aos 12 anos

Nestas idades, as crianças continuam a brincar de forma criativa, seja às casinhas, aos piratas, extraterrestres, com fantoches ou bonecos. Também brincam com o que encontrarem em casa, desde utensílios de cozinha ao aspirador, passando pelo secador do cabelo às cadeiras da sala de jantar.

Muitas vezes, os pais e educadores deitam fora coisas como roupas velhas, baús com objetos que já não usam porque acham que as crianças dispõem de materiais melhores para brincar… o que nem sempre acontece. É importante manter à disposição das crianças objetos que estimulem a criatividade e que os façam criar as suas próprias brincadeiras.

Também é muito importante que os pais deixem que as crianças se aborreçam. Se permitirem que eles se entediem e, depois, lhes derem materiais básicos, eles irão criar a sua própria diversão.

Acima de tudo, é essencial não tentar compor nem arranjar aquilo que as crianças criam. É necessário fazer uma casa de papel para a escola? Deixe que seja a criança a fazer e resista à tentação de fazer para que fique perfeito. O objetivo não é o resultado final. É o processo. E as crianças sentem quando estão a ser corrigidas.

Adolescentes

Manter os ecrãs longe dos adolescentes é saudável… mas ter medo deles não. Os jogos electrónicos e as plataformas digitais, quando usados com bom senso, são uma ótima forma de estimular a criatividade.

Jogos como The Sims e Minecraft contêm muitos elementos que estimulam a criatividade. Mesmo fora do jogo, há adolescentes que criam blogues, vlogs, música, memes e videos baseados nesses jogos.

A maioria dos adolescente usa a internet para criar conteúdo e não apenas para ver conteúdo de forma passiva. A tecnologia é, para os miúdos, uma forma de fazer criações sobre os temas de que gostam e a internet uma forma rápida e eficaz de partilhar o que fazem. Promova essa criatividade, não se exclua dela.

Siga o Gymboree Portugal no Facebook e no Instagram
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Artigos Relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Subscreva para receber as dicas do Gymbo!

Mantenha-se atualizado com nossas Dicas para o Desenvolvimento do seu Filho, Eventos Especiais e Descontos Exclusivos para Assinantes.

Aula Grátis - Gymboree Portugal
Scroll to Top