A importância da literacia hoje

Junte-se a nossa lista

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Se há duas coisas que nos podem mudar, estas são: as experiências pelas quais passamos e a educação que nos é dada. A aquisição de conhecimento não tem limites e, como dizemos vulgarmente, “o saber não ocupa lugar”, mas transforma-nos! Vamos rever a importância da literacia hoje.

Dia Internacional da Literacia

Todos os anos, a 8 de Setembro é celebrado o Dia Internacional da Literacia para relembrar a importância da literacia para indivíduos, sociedades e comunidades. Foi celebrado pela primeira vez em 1966. O objectivo é alertar pessoas de países de todo o Mundo acerca dos elevados níveis de iliteracia.

Não existe nada mais poderoso que a educação e, por isso, devemos celebrar este dia. É importante reflectir : a quem é dado esse poder e quem ainda não tem acesso a ele? Convém relembrar que 750 milhões de adultos em todo o Mundo não sabem ler nem escrever, que 2/3 dessas pessoas são mulheres e muitas delas são jovens e crianças. Nem todos têm acesso à educação. E num planeta que é cada vez mais globalizado e digital a literacia é imprescindível para o progresso da vida e o acesso ao emprego.

Segundo a UNESCO, “uma pessoa literada é uma pessoa que consegue, com compreensão, ler e escrever um pequeno texto relevante à sua vida diária e uma pessoa capaz de analisar as condições do Homem no Mundo”. A literacia é então o conjunto de habilidades de ler, escrever, desenhar, falar e ouvir que permite a uma pessoa comunicar de forma eficaz. Só que o poder da literacia não reside só na obtenção destas capacidades, mas sim na aplicação das mesmas para nos conectarmos, interpretarmos e fazer discernimentos sobre o Mundo e a sociedade em que vivemos.

E por que razão a literacia é tão importante?

“Education is not preparation for life; Education is life itself.” – John Dewey

A educação é imprescindível ao desenvolvimento das sociedades. Combinando o desenvolvimento da literacia com a aprendizagem técnica, as populações mais vulneráveis podem ser apoiadas e, assim, melhorar as suas vidas. Cidadãos literados tornam-se cidadãos mais activos e participantes nas comunidades.

O tema proposto pelas Nações Unidas este ano é “A literacia o desenvolvimento de competências”. Isto porque os desafios persistem. Os mercados de trabalho são cada vez mais exigentes e desenvolvem-se muito rápido, pelo que, é necessário criar ferramentas nas pessoas para estas poderem acompanhar. Alfabetizar trabalhando no sentido de criar “sociedades equiparadas e sustentáveis”.  A comemoração deste dia, em 2018,  foca-se essencialmente na “criação de ferramentas e competências necessárias à obtenção de emprego, carreira, vida em geral, mas particularmente nas competências técnicas e vocacionais, bem como competências transferíveis e digitais.”

Era digital

Hoje em dia as crianças quase já podem ser consideradas ‘nativas’ do digital pois conseguem sentir-se confortavelmente nos meios online e offline.

A internet permite intermináveis formas de educação e entretenimento, com correntes de informação em constante actualização. Que problema decorre daqui? A internet é tão vasta e ilimitada que encontramos muita informação não filtrada, que carece não só de selecção cuidadosa como de uma adequada interpretação. 

Fortes competências ao nível da literacia são o ponto chave para as crianças interpretarem e discernirem informação, utilizando assim a internet no seu potencial máximo com consciência e capacidades para lidar com a sua vastidão. 

Como apoiar o desenvolvimento da literacia nas crianças?

Será fácil perceber que a motivação e os resultados de aprendizagem nas crianças melhora quando os pais estão activamente envolvidos na sua educação. 

Os primeiros passos na literacia dão-se com as primeiras palavras e os primeiros rabiscos no papel e, na verdade, não terminam. Desenvolvemos as nossas competências ao longo da vida. Nas crianças de idade escolar e pré-escolar pode incentivar pequenas coisas no dia a dia: 

  • encorajar a ler de tudo um pouco (livros, jornais, banda desenhada, revistas, sites)
  • incentivar o gosto pelo desenho e pela escrita
  • explicar como a linguagem utilizada numa situação pode ser diferente daquela usada, por exemplo, num projecto escolar 
  • partilhar com o seu filho aquilo que leu e explicar por que razão gostou ou não
  • criar o hábito de ir à biblioteca
  • ler-lhe textos que tenha escrito (da literatura à lista de compras)
  • descrever desenhos, pinturas, pedindo que se expresse em relação às mesmas 
  • comentar acerca de palavras ou expressões que tenha achado curiosas
  • jogos de pergunta-resposta, desenho, escrita e apreciação das palavras

É interessante reflectir acerca da importância da literacia.

Como é que a literacia (ou a falta dela) moldará o nosso futuro?

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Artigos Relacionados

avatar
2000

Subscreva para receber as dicas do Gymbo!

Mantenha-se atualizado com nossas Dicas para o Desenvolvimento do seu Filho, Eventos Especiais e Descontos Exclusivos para Assinantes.

Aula Grátis - Gymboree Portugal
Scroll to Top