Competências a adquirir antes da escola: as mais importantes

//Competências a adquirir antes da escola: as mais importantes

 

Numa das suas conferências anuais, a organização Zero to Three identificou 7 competências sócio-emocionais mais críticas e importantes para as crianças que se preparam para entrar na escola.

A Zero To Three é uma organização nos EUA que trabalha para garantir que bebés e crianças beneficiem das primeiras conexões que são críticas para o seu bem-estar e desenvolvimento.

 

Porque é que estas características são importantes?

 

Porque elas reforçam as crianças com um conhecimento mais necessário que apenas números ou letras facultando à criança o conhecimento de “como aprender”.

 

1. Confiança – Sensação de controlo e domínio do seu corpo, do comportamento e do mundo. As crianças sentem-se bem por serem bem sucedidas nos seus empreendimentos. E elas também esperam que os adultos sejam ajudantes prestáveis.

 

2. Curiosidade – é a sensação de estar atento a conhecer mais as coisas, que é positivo e encaminha ao prazer.

 

3. Intencionalidade – é o desejo e a habilidade para se ter impacto e a determinação para agir nesse desejo com persistência. É uma motivação ou emoção expressa e transmitida exteriormente por uma acção ou pela comunicação.

Ou seja, esta habilidade está relacionada com o sentir-se competente e eficaz. Para crianças com necessidades especiais, a expressão transmitida para o exterior poderá variar daquilo que se espera tipicamente das crianças em desenvolvimento.

 

4. Auto-controlo – é a capacidade de se modular e controlar as próprias acções de formas apropriadas para a idade. É uma sensação de controlo interior.

 

5. Relacionamento – é a capacidade de se relacionar e ligar a outros baseada na sensação de compreender e ser compreendido pelos outros.

 

6. Capacidade para comunicar – é o desejo e a capacidade de trocar ideias, sentimentos e conceitos com outros, tanto verbalmente como de outros modos. Esta habilidade está relacionada com o sentimento de confiar nos outros e o prazer de se ligar a outros. Isto também inclui adultos.

 

7. Cooperação – é a capacidade de comparar e equilibrar as suas próprias necessidades com as dos outros, numa actividade de grupo.

 

 

As habilidades sócio-emocionais influenciam o modo como as crianças compreendem o mundo, como desenvolvem a percepção de si mesmas e como vêm a conhecer os relacionamentos, como satisfatórios e realizáveis.

 

 

O que isto significa, na prática, para as nossas crianças?

 

 

O modo de aproximação das crianças face a novas pessoas, locais e desafios é, em grande parte, definido pela sua competência sócio-emocional. Estas habilidades fortificam o caminho para o sucesso escolar.

É muito importante prepará-las emocionalmente para a entrada na escola. E esta é uma aprendizagem cujo desenvolvimento conseguimos estimular desde os primeiros meses.

Os bebés aprendem através da brincadeira. Esta dá-lhes prazer e facilita a sua concentração. Eles aprendem a brincar.

Em suma, encorajando o desenvolvimento do seu filho e ajudando-o a compreendê-lo melhor cria-se a base emocional sólida adequada a um crescimento saudável.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.