PlayAndLearn

Play & Learn

BabyLab

Baby Lab

PlayLab

Play Lab

Music

Music

Layer 1

Art

Learn

School Readiness

Ballet

Ballet Gymboree: Baby & Infantil

As aulas de ballet do Gymboree Play & Music Portugal consistem numa introdução e evolução dos movimentos clássicos e num reforço da imaginação, com a ajuda das Gymboree Bubbles (100% seguras) e de acessórios de asas de fada que transportam as crianças para o mundo criativo e mágico dos bailados clássicos.

O ballet clássico é uma das danças mais recomendadas às crianças quando são pequenas. O ballet favorece a criatividade, a musicalidade e o trabalho em grupo. O ballet clássico consiste em unir a técnica, a música e a atuação nos movimentos. São habilidades que as crianças vão adquirindo pouco a pouco através de exercícios e posturas. Exige disciplina, boa postura e ritmo. Com o ballet, as crianças podem desfrutar de muitos benefícios como: melhora da coordenação motora; aumenta a concentração; noções de espaço e de localização; aumenta a flexibilidade; mais resistência corporal; corrige e melhora a postura; estimula o desenvolvimento intelectual; ajuda a expressão e memória; aumenta a auto-estima; ajuda a fazer amigos e melhora o equilíbrio e reflexos.

O ballet clássico divide-se em duas diferentes categorias, segundo a idade da criança: a Baby Class e Ballet Infantil.

Baby Class Dos 3 aos 6 anos

O principal objetivo destas aulas é divertir e estimular a imaginação da criança. As crianças brincam, jogam, se divertem e aprendem ao mesmo tempo. Elas aprendem exercícios com movimentos que estimulam a motivação, a criatividade e a expressão. Nesta fase, a criança aprende a ser mais independente e a controlar as suas habilidades motoras e intelectuais, e a reconhecer as suas capacidades.

Ballet Infantil A partir dos 7 anos

O Ballet Infantil está direcionado às crianças maiores de 7 anos já que exige mais disciplina, mais musicalidade e domínio do seu corpo. Através de uma sequência de exercícios, as aulas seguem movimentos básicos com exercícios de barra e de centro, que têm como meta desenvolver e fortalecer a musculatura das pernas, a postura do corpo e a coordenação motora.

As aulas de ballet são feitas numa sala com um piso liso, com espelhos e barra (de preferência mas não essencial), onde a professora leva adereços consoante o planeamento das aulas, com utilização de músicas clássicas.

O equipamento necessário para as crianças são:

Meninas: maiot, collants, sapatilhas e tutu;

Meninos: leggings pretas, sapatilhas e t-shirt branca.

Equipa do projeto - Ballet

A professora (Catarina Mota) responsável por este projeto é licenciada em Dança pela Faculdade de Motricidade Humana e fez uma formação profissional em Dança Movimento Psicoterapia, no ISPA. Deu aulas de ballet a crianças dos 5 aos 16 anos, em Odivelas e Alverca, e neste momento dá aulas de dança criativa a crianças dos 7 aos 9 anos. Ingressou a equipa Gymboree em Dezembro de 2016, tendo feito a formação inicial para professora Gymboree. Iniciou-se na dança aos 4 anos no clássico, de seguida no jazz, danças latinas, contemporâneo e danças africanas. Na faculdade aprendeu um pouco mais sobre o contemporâneo, moderno, danças de salão e sapateado. Para além de dança, frequentou também teatro durante 6 anos. No futuro quer seguir a dança terapia para ajudar os que mais precisam. Já fez voluntariado no Banco Alimentar e Solsal, e atualmente estava na Associação Crescer Bem (Hospital Dona Estefânia) e Banco do Bebé (Maternidade Alfredo da Costa).

Dança

Aulas de Dança I (18 meses aos 5 anos)

Estimule os seus filhos e o gosto pela arte musical através da dança criativa como um complemento ao desenvolvimento da criança como um ser total e único, que aprende de forma dinâmica e envolvente.  Este programa surgiu porque a equipa Gymboree achou importante que a dança criativa fosse uma opção de atividade para as crianças por forma a desenvolver as suas capacidades e a promover a partilha e confiança entre as mesmas.

A dança criativa é uma aula de exploração livre do movimento criativo de cada criança. Aborda o conhecimento do esquema corporal e educação auditiva, a dinâmica corporal e as suas possibilidades motoras e a estruturação das relações espaciais e temporais. Tendo como objetivos:

  • Ajudar a criança na descoberta do movimento como meio de expressão e de desenvolvimento de ideias, na descoberta das suas próprias formas de movimento, alargando estas descobertas à perceção espacial e temporal;
  • Familiarizar a criança com a sua imagem corporal, através de atividades motoras de experimentação. Perceção de que o corpo está dividido em partes, e que estas podem movimentar-se de formas diferentes;
  • Possibilitar através da expressão que a criança desenvolva aspetos biológicos, psicológicos, sociais e motores;
  • Mostrar à criança que esta é capaz de criar coreografias individuais ou de grupo, tendo como base as aulas e os estímulos do professor.

As aulas de dança criativa usam também a diversidade de jogos tradicionais portuguesas adaptados à dança.

A importância da Dança nas escolas

Aulas de Dança I (18 meses aos 5 anos)

A importância da dança criativa nas escolas foi estudada há muitos anos por Rudolf Laban. Laban foi considerado como o pai da “dança-teatro”, e foi um bailarino de dança moderna do século XX. Dedicou maior parte da sua vida ao estudo da linguagem do movimento, em especial na educação.

A importância da dança nas escolas tem surgido cada vez mais como uma maneira de terapia para as crianças e como um caminho para o seu desenvolvimento social, motor e psicológico sendo que o nosso programa de Dança funciona também em modelo Gymboree On The Go nas escolas.

A professora Catarina Mota, Professora Gymboree e responsável por este programa, é licenciada em Dança pela Faculdade de Motricidade Humana e fez uma formação profissional em Dança Movimento Psicoterapia, no ISPA. Deu aulas de ballet a crianças dos 5 aos 16 anos, em Odivelas e Alverca, e neste momento dá aulas de dança criativa a crianças dos 7 aos 9 anos. Iniciou-se na dança aos 4 anos no clássico, de seguida no jazz, danças latinas, contemporâneo e danças africanas. Na faculdade aprendeu um pouco mais sobre o contemporâneo, moderno, danças de salão e sapateado. Para além de dança, frequentou também teatro durante 6 anos. No futuro quer seguir a dança terapia para ajudar os que mais precisam.

Ao longo do ano de 2017 está a decorrer o workshop de “Dança no Museu”  resultado de uma parceria realizada entre o Serviço de Públicos e Desenvolvimento Cultural, da Direção da Cultura da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e o Gymboree Play & Music, tendo como palco o Museu de São Roque, em Lisboa.